Igreja Evangélica Apostólica

siga-nos no twitter facebook

igreja

Artigos

SOS Pais, nossas crianças correm perigo!

 É certo que estamos vivendo dias de Decadência Espiritual e também Moral. Nossas crianças têm estado vulnerável aos inúmeros ataques investidos contra elas.

Elas têm sido vítimas de: pedofilia, atentado violento ao pudor, estupro, pornografia infantil, e ainda há muitas crianças que estão ficando viciadas em pornografia, pois a internet está promovendo, pornografia ilegal, obscena, e gratuita para as crianças online. Muitas ficam expostas, mesmo quando elas não estão buscando por isso, esse é um perigo para nossas crianças, pois o seu imaginário realmente funciona como uma incubadora de idéias.

Entre estes muitos riscos, há também os brinquedos, que ao nosso olhar em nada é ameaçador, mas até mesmo a Unesco e a Unicef emitiram documentos para despertar sobre os perigos de certos brinquedos, estes advertem que há conteúdos nocivos que colocam em risco o desenvolvimento da personalidade infantil, reproduzidos em certos brinquedos, e que podem colocar em risco sua característica inocência. Saiba, que o brinquedo não é neutro. Ele carrega traços da imaginação de um projetista, que, mesmo sendo brilhante, corre o risco de ser diabólica.

A televisão não fica isenta de perigos. Muito embora ela foi criada com três princípios básicos: 1) informar; 2) divertir e 3) transmitir cultura; os anos passaram e esses princípios foram trocados abertamente e deturpados por: 1) Interesses comerciais, 2) Malignidade existente no coração do ser humano, 3) A ação do príncipe desse mundo – Satanás – que possui somente esses interesses no ser humano: 1) Matar 2) Roubar 3) Destruir.

Uma pesquisa feita aponta que: 44% das crianças que assistem à televisão têm dificuldades em diferenciar a vida real da virtual; o tempo que as crianças passam vendo televisão é 50% maior que fazendo qualquer outra atividade; ação de risco apresentado na mídia é chamativa e atraente para 47% das crianças.

Leia a seguir o que um Pastor escreveu acerca da televisão, e é bem propício repetir aqui: “A programação da TV está nas mãos de homens corruptos, incrédulos, amantes de si mesmos, avarentos, invejosos, amantes dos prazeres terrenos e pessoas que não querem saber de Deus nem mesmo de ouvir falar. Cada dia a concorrência entre as emissoras e a tentativa de alcançar os indivíduos dentro de seus lares, avança furiosamente. Eles não estão preocupados com seu filho, se ele está sofrendo alguma pressão psicológica ou cheio de dúvida e sem saber qual rumo tomar. Eles não estão interessados pela felicidade de sua família, nem querem saber se os conselhos em seus vários programas infernais e maléficos estão trazendo a destruição do casamento e criando com grande alvoroço a liberdade homossexual, como se fosse algo normal no seio da família. Programas são feitos com segundas intenções, envolvendo uma falsa impressão de contrariedade, mas com convidados preparados para lançar sementes contra a Palavra de Deus e sua Igreja. Estas sementes são lançadas para que a nova geração que está surgindo venha sem crer em Deus, e que Jesus é o único Salvador. A TV não é o agente de educação do lar, pois, isso é o papel dos pais, mas estão querendo transferir essa responsabilidade para apresentadores e especialistas que não possuem vida exemplares para querer ensinar alguma coisa útil para alguém. A maioria desses artistas mudam de cônjuge como mudamos de roupa e outros se declaram homossexuais e outros ainda são participantes de alguma seita satânica. “

E como se tudo isso não bastasse vários grupos estão sendo impulsionados a interferir na educação de nossas crianças e até mesmo dos jovens dentro das escolas. Campanhas tem sido feitas, para inculcar na cabeça de nossas crianças pensamentos e ensinamentos contrários aos ensinamentos bíblicos. Percebe que o ataque acontece por todos os lados?

A psicologia nos alerta, pois se observarmos uma criança, concluímos que seu aprendizado inicial é basicamente por imitação, ou seja, o que ela vê, ela repete.

Diante de tal afirmação, podemos nos perguntar: O que será que estamos permitindo que nossas crianças vêem?

Toda esta investida nada mais é que um plano diabólico para desviar nossas crianças do verdadeiro caminho, pois, o seu conhecimento ainda está em construção, e ela poderá, deste modo, ser presa fácil das trevas, já que ela terá dificuldades de distinguir o que é maligno.

Não há dúvidas de que a EDUCAÇÃO é capaz de modificar a vida de uma nação inteira, ela possui um poder enorme de transformar pessoas, se for ministrada de forma adequada, porém se não for, o estrago pode ser devastador. E é exatamente o que alguns têm intentado fazer, utilizando a educação para atingir seu plano diabólico. Aqui no Brasil, o fomento e a gestão da educação estão a cargo da União e da família.

Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

Como é um fato, que a criança aprende por imitação, se ela começar a ter a sua cabeçinha bombardeada com imagens e ações ilícitas, ela estará inclinada a ter um enfraquecimento moral, e também espiritual. Não é novidade que há uma verdadeira conspiração contra a FAMÍLIA em nossos dias. E nós pais, estamos em guerra, uma guerra que objetiva a proteção de nossos filhos, do abuso e das setas malignas contra a instituição FAMILIAR. Uma das formas de guerrearmos é levarmos os nossos filhos à casa do Senhor, para aprender de sua Palavra. 

Deus deixou à nós pais, o principal papel da educação, não podemos transferir a quem quer que seja a nossa missão, nossos filhos não podem ficar a mercê de uma sociedade ímpia. Enquanto pequenos nossos filhos estão sob nossa responsabilidade e devemos conduzi-los à casa do Senhor, e a aprendizagem de sua Palavra. Eles são nossa herança. O que temos feito com aqueles e para aqueles a quem o Senhor nos confiou?

Não podemos ficar calados e deixarmos de tomar a atitude de tomá-los pela mão enquanto podemos, e levá-los à Casa do Senhor, para aprender do Verdadeiro Caminho, pois, um dia eles crescerão, mas hoje, o nosso silêncio, e nossa falta de ação, pode vitimar os nossos inocentes.

Não fique alheio a nada que diz respeito a seu filho, o acompanhe de perto

Dê importância à Escola Bíblica da mesma forma que você dá importância a Escola Secular de seus filhos, pois, o Estudo Secular lhe prepara para a vida terrestre, o Estudo da Palavra de Deus, lhe abre a porta da Eternidade.

O quanto você ama seu filho? O suficiente para vê-lo ser próspero na terra, ou o suficiente para garanti-lhe sua entrada no céu?  

·  Assim como você um dia foi a Escola secular e o matriculou, vá até a secretaria da Escola Bíblica e matricule seu filho

·   Assim como seu filho precisa freqüentar a Escola Secular, ele tem necessidades espirituais e precisa aprender a Palavra de Deus.  

·  Se você vai a Escola Secular de seus filhos e participa ativamente das atividades que ela oferece, comece a fazer isso com a Escola Bíblia

·   Converse com os professores tanto da Escola Secular quanto da Escola Bíblica sobre o que seus filhos estão estudando

·  Manifeste interesse pela educação dos seus filhos, incluindo a espiritual. As crianças e os jovens gostam de saber que os pais valorizam o esforço que eles fazem para estudar

·   Pergunte todos os dias o que fizeram na Escola Secular e o que aprenderam, e aos domingos, pergunte sobre a Escola Bíblica, escute com atenção o que contam, participe sempre de seu aprendizado, e os incentive.

E fique alerta:“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1Pe 5.8). Não queremos que nossos filhos sejam presas do diabo.

 A frase abaixo não está na Bíblia, ela foi dita por Martin Luther King, mas achamos que ela expressaria bem o que queremos transmitir: “O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons”

Nós pais, precisamos ter atitudes, e não se intimidar ou achar que para os nossos dias tudo é normal, deixando nossos filhos vulneráveis e a mercê do mal. Eles são nossa responsabilidade, são nossa Herança.  

 

 

Autor

Nome: Helena Correia

Cargo: Secretária da Igreja Sede - Campinas

E-mail: helena@itapolis.com


Ver mais
ministérios UFAP Missões UJAP

Rua Otávio Mazzotini 584 - Jardim do Lago - Campinas - SP
contato@igrea.org.br