Igreja Evangélica Apostólica

siga-nos no twitter facebook

igreja

Palavra Pastoral

O NATAL

Percebemos que cada ano que se passa as representações se tornam mais confusas, a ponto de o significado do Natal estar cada vez mais sendo esquecido em detrimento dos novos personagens que compõem esta nova história: Papai Noel, Mamãe Noel, luzes, enfeites, presentes, comércio, banquetes. Então demos conta que no nascimento de Jesus, o Cristo, as circunstâncias também não eram diferentes. O fato que mudou a história da humanidade aconteceu na periferia de uma peque-na vila, e os personagens mais próximos eram pastores de ovelhas, e alguns misteriosos reis do oriente. Nada de opulência! Nada de luzes! Nada de enfeites! Havia presentes, sim! O mais importante dos presentes! Aliás, o único que O Aniversariante continua esperando dos seres humanos: o LOUVOR! O nascimento de Jesus Cristo é anunciado aos pastores em meio à música entoada por um coro angelical (Lucas 2.10-14). Particularmente, cremos que os anjos cantam para ensinar aos pastores, que Jesus, o Cristo, é o Deus que merece toda Honra e todo Louvor. Os pastores aprenderam bem a lição. Não somente os pastores louvam a Jesus, como também os três reis-magos do oriente, que o fazem presenteando-o com ouro, incenso e mirra (Mateus 2.11), respectivamente símbolos da realeza de Jesus (Apocalipse 17.14), do sacerdócio de Jesus (Lucas 1.9; Hebreus 10.10-13), e da Sua morte propiciatória (João 19.39). Então descobrimos o verdadeiro sentido do natal: Jesus nasceu! Seu nascimento é motivo de louvor, porque Ele é o Sacerdote que representa e intercede por todos os seres humanos da face da terra, em todas as eras, em todos os lugares, em todo o tempo, oferecendo-lhes gratuitamente o perdão dos pecados e a vida eterna. Jesus merece todo louvor, porque é Rei. Não um rei cujo trono se estende no mundo pelo poder da espada e da opressão! Não! Jesus é o Rei, cujo Reino está dentro dos corações dos que confessam Sua majestade e dão crédito às Suas palavras de Vida, Poder, Graça e Amor (Mateus 17.21). Contudo, Jesus também recebeu de presente a mirra, perfume utilizado nos rituais pós-morte. No nascimento de Jesus, prenuncia-se a Sua morte! O Sacerdote é ao mesmo tempo o pró-prio sacrifício; e no Seu sacrifício, o Rei estende Seu Reino Eterno sobre todas as culturas, línguas e nações. (Apocalipse 5.9). É tempo de Louvor ao Único que merece toda a honra, toda a glória e toda a adoração! Mas!...Ele quer e precisa nascer, é no coração do homem. ALELUIA!... Deus os abençoe!

Pr. Hélio.


Ver mais
ministérios UFAP Missões UJAP

Rua Otávio Mazzotini 584 - Jardim do Lago - Campinas - SP
contato@igrea.org.br